quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Mario Cravo Neto e suas fotografias polêmicas




O fotografo baiano Mario Cravo Neto, morreu no ano de 2009, aos 62 anos, em Salvador (BA). Seu trabalho tinha uma ligação muito forte com afro-cristão e natureza.
 Mario morou boa parte da sua vida em Nova York, participou de cinco bienais internacionais em São Paulo,  e suas obras acabou fazendo parte do acervo do Museu de Arte Moderna de NY, do Rio de Janeiro e Stedelijk em Amsterdã.



 


 


Nenhum comentário:

Postar um comentário